Banner Topo

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

RECEITA DE UMA TRAGÉDIA: UM COPO DE CERVEJA, UMA PEDRADA E UM ATENDIMENTO MAL FEITO

A Vítima Leandro Borges Cabral
         Tocantinópolis amanheceu mais triste neste ultimo sábado (29). Numa discussão por causa de um copo de cerveja que foi jogado em uma festa no Bar Viracopu’s, jovens iniciaram uma briga que terminou com a morte de Leandro Borges Cabral. Leandro é filho de um senhor bastante conhecido no Setor Dergo, o “Pilí” proprietário de um bar que leva o mesmo nome.
Segundo a versão de um dos jovens que estava no momento do acontecido, após a discussão que houve por causa de um copo de cerveja que alguém havia jogado em um deles, os mesmos combinaram entre si de que iriam beber mais algumas no Styllu’s Bar, já que a cerveja e a festa no Viracopu’s já haviam acabado. Seguiram então para o Styllu’s e ao chegar as proximidade do local em frente à residência de uma senhora conhecida como Consola se deparam com os mesmos jovens da discussão anterior, que segundo a versão contatada pelo próprio pai “Pili” que havia ouvida da boca do próprio filho e de seu amigo, os dois jovens que vinham mais atrás Arthur e Arlison começaram a atirar contra eles pedras e tijolos que encontravam pela frente atingindo Leandro no lado esquerdo da cabeça, que tombou ao chão. Seu amigo então parou um carro que passava no local e o levou ao hospital municipal.
Residência de Leandro (Bar do Pili)
No hospital uma enfermeira atendeu Leandro dando alguns pontos na cabeça dele para estancar o sangue que jorrava forte, e neste momento segundo relato do amigo que o acompanhava “ele gritava muito de dor” e a enfermeira ainda dizia “rapaz tu não é homem não?” e Leandro gritava “ta doendo, quero meu pai”. Pilí contou ainda que em momento algum seu filho foi examinado pelo médico de plantão, primeiro pensa ele, “foi por causa do horário e segundo porque meu filho é preto, pobre, estava só de short e sem chinela porque havia perdido na confusão”. Chorando Pilí nos contou que seu filho gritava por ele “quero meu Pai, chama ele aqui, deixa eu ficar aqui um pouco porque eu não estou agüentando de dor”, só que seus apelos foram em vão, a enfermeira disse que não tinha vaga para ele ficar lá, e segundo Pilí seu filho disse “deixa eu ficar aqui no chão mesmo, enquanto eu melhoro, não agüento ir pra casa!” A enfermeira insistiu dizendo que não havia lugar pra ele e que ele fosse embora para sua casa. Seu amigo interveio dizendo “deixa ele ficar aqui nessa cama um pouco, olha a cama aqui vazia” novamente a enfermeira não aceitou e mandou que os dois fossem embora para suas casas. Os dois então saíram do hospital e foram caminhando, Leandro ainda conversava com seu amigo quando ao chegar à Praça Darcy Marinho que fica a cerca de 300 metros do Hospital ele caiu desmaiado no chão em frente a Agronorte. Seu amigo imaginou que Leandro havia desmaiado por causa da anestesia local que a enfermeira havia aplicado para dar os pontos na cabeça dele. Seu amigo então ligou para o celular do Pai que possui um carro e chamou para vir buscá-lo. Chegando na casa de Pilí que ao encontrar o filho daquele jeito imaginou também que o desmaio tinha sido por causa da anestesia, que de alguma maneira havia feito mal já que Leandro tinha consumido cerveja e também achou que o buraco na cabeça era muito pequeno para dar esse efeito todo, pegou Leandro e colocou na cama para dormir, isso por volta das 4:00 horas da manhã. Pilí disse ainda que pelas 09:00 horas foi ver o filho e estranhou o fato de ele está dormindo rosnando estranho e não acordava, achou melhor levá-lo novamente ao hospital municipal. Ao chegar lá já havia um outro médico de plantão chamado Doutor Landim que os atendeu perguntando o que havia acontecido, Pilí contou a história explicando ao médico de que essa seria a segunda vez que seu filho estava indo ao hospital, o médico fez os procedimentos mas, seu filho faleceu. Depois o médico conversou novamente com ele perguntando, “é a segunda vez que ele vem aqui? E pediu a ficha que fizeram do atendimento de Leandro, ao ler, segundo Pilí contou, o médico falou: “Eu não acredito gente que o médico não olhou esse rapaz, era pra ter mandado o rapaz para Araguaína! Eu não acredito que o Doutor João não olhou esse rapaz, tinha que ter tirado o raio X da cabeça e mandado para Araguaína”! Pilí contou ainda que o médico ao vê-lo meio revoltado tentou amenizar a situação dizendo “sinto muito, o senhor tem que se conformar isso ia acontecer mesmo se tivesse levado ele para Araguaína”. Em seguida o médico reuniu as enfermeiras e Pilí disse não ter ouvido o que eles conversavam, mas, parecia que o médico esbravejava muito com elas.
Com a chegada da polícia Pilí contou que os policiais o chamaram para ir até a casa dos acusados e falaram para ele ser forte e que não desse “bandeira” de que seu filho havia morrido para que os acusados não tentassem fugir, e os acompanhou até a casa dos envolvidos. Os policiais sem contar a eles que Leandro havia falecido levaram todos para a delegacia.
Na delegacia local os acusados foram apresentados ao Delegado de Polícia, Afonso José Azevedo de Lyra Filho. Os suspeitos são Arthur Marcos de Sousa Silva e Arlison de Castro Parotivo, e o menor aqui apresentado pelas iniciais D.M.R.
Na ocorrência apresentada pelo Policiais Militares consta que foram chamados ao hospital municipal após denúncia dos familiares e receberam a confirmação que a vítima deu entrada com lesões na cabeça na região temporal esquerda, mas não resistiu e veio a óbito. Os familiares relataram ainda que Leandro havia se envolvido em uma briga por volta das 02h45min com os autores e participação do menor D.M.R.
Arlison de Castro Parotivo
Um dos suspeitos, Arlison de Castro Parotivo, é solteiro, estudante, tem 23 anos de idade, e é residente à Avenida Nossa Senhora de Fátima – Centro, nesta cidade, Arlison depois que recebeu ordem de prisão, contou que foi a uma festa no Bar Viracopu’s acompanhado de alguns amigos onde ficaram até às 2h30min quando percebeu que um dos quatro indivíduos que dançavam próximo jogou cerveja no seu amigo Arthur. A partir daí houve um princípio de confusão e a polícia militar foi acionada. Segundo Arlison, um amigo de Leandro falou que ele estava muito bêbado e iriam embora. Mas quando Arlison, Arthur e amigos chegaram próximo ao Bar Stillus, viu três indivíduos correndo em sua direção e ouviu o grito de um deles dizendo “atira.. atira”. Naquele instante os três indivíduos incluindo Leandro começaram a jogar pedras, e para se defenderem, Arlison e Arthur também pegaram algumas pedras e pedaços de tijolos e arremessaram em direção a eles, mas não viu se tinha atingindo algum deles, logo pegaram carona numa caminhonete e foram embora. Contudo, na manhã de sábado, militares lhe informaram que Leandro havia morrido e que deveria acompanhá-los até a Delegacia de Policia.
Arthur Marcos de Sousa Silva
O outro envolvido na briga, Arthur Marcos de Sousa Silva, também é solteiro, estudante, tem 18 anos de idade, com residência á Rua Dom Orione – Centro, Tocantinópolis-TO, em sua defesa, contou a mesma versão que Arlison e acrescentou que, quando ouviu um dos rapazes  gritar “atira.. atira..”, ele saiu correndo em direção ao Posto Avenida e alega que em nenhum momento jogou pedra, trocou socos ou pauladas com algum deles.
O que vimos nesse trágico acontecimento foi uma fatalidade para ambas as partes, Pilí e sua esposa perdeu o filho Leandro com 18 anos, próximo de completar 19, na flor da idade. Do outro lado temos três famílias vendo seus filhos sendo um deles menor de idade, envolvidos em uma confusão que irá ter seu final escrito nos tribunais, podendo os mesmos serem condenados ou não pelo acontecido. Leandro já recebeu sua punição severa, rápida, sem direito a juiz, júri popular ou advogados para defendê-lo. Os outros, Arthur, Arlison e o menor D.M.R. este ultimo nem sequer deveria esta nas ruas numa hora daquelas, ainda vão ter a chance de passar por todo um processo jurídico para então receberem a punição ou não. Enfim perdem as famílias, perde a sociedade que está à mercê deste tipo de atendimento citado aqui pelo pai da vitima no hospital municipal, que também precisa ser investigado quanto à veracidade dos fatos.

76 comentários:

  1. È TRISTE ...
    TODOS TIVERO UM FIM RUIM, MAIS O PIOR FOI O RAPAZ Q MORREU PQ ESSE Ñ VOLTA MAIS.

    ResponderExcluir
  2. E EVIDENTE QUE FOI UMA FATALIDADE, NO ENTANTO OS FATOS QUE FORAM DIVULGADOS ESTÃO SENDO DISTORCIDOS, POIS PARA SE VEICULAR UMA REPORTAGEM DE TAMANHA REPERCURSÃO É NECESSÁRIO OUVIR AS PARTES ENVOLVIDAS, OU SEJA; A FAMÍLIA QUE TEVE A PERDA E A OUTRA QUE É OS FUNCIONÁRIOS QUE ESTAVAM DE PLANTÃO NAQUELA NOITE, UMA VEZ QUE NÃO ESTOU AQUI DEFENDENDO OS RESPONSÁVEIS PELA FATALIDADE, O QUE ME ENVERGONHA É A MANEIRA QUE ESTÁ SENDO DIVULGADO OS FATOS.

    ResponderExcluir
  3. Estes são os médicos de nossa cidade. Sem comentários.Obs esse rapaz não é a primeira vitima do hospital de Tocantinópolis

    ResponderExcluir
  4. O fato acontecido foi na madrugada de sexta para sábado, hoje que resolvi postar, não sei se já perceberam que não sou muito fan de colocar matérias com esse conteúdo aqui de Tocantinópolis, mas, fui procurado pela família de Leandro e resolvi postar os fatos contados por eles. Quem quiser contar sua versão pode me procurar que postarei com certeza. Agora, não vou sair daqui para passar o dia inteiro me humilhando em hospital à procura de informações para aliviar a barra de quem sempre foi queimado já a vários e vários mandatos como a Saúde Pública deste município.

    ResponderExcluir
  5. É isso ai Cokim, ainda tem gente querendo defender uma bando de criminossos! Meu Deus, todos já sabem que o rapaz morreu por falta de atendimento médico.

    ResponderExcluir
  6. É uma vergonha a nossa saúde, no meu entendimento o que crime maior foi cometido pelo o hospital Municipal, porque não atemderam o rapaz? Alguém apareçe ai pra me explicar por favor?

    ResponderExcluir
  7. Fiquei sabendo que o Vereador Elson Ribeiro estava na delegacia com a familia da vitima e um advogado pra fazerem ocorrência contra o hospital Municipal e o Médico que estava no platão no dia do acontecido.

    ResponderExcluir
  8. É isso ai Vereador ELSON RIBEIRO, além da justiça de DEUS, temos que acionar a justiça dos Homens. Afinal alguém tem que pagar por este crime cometido pelo hospital Municipal.

    ResponderExcluir
  9. ACHO QUE A ENFERMEIRA TAMBEM DEVERIA ESTA PRESA,POIS ELA TAMBEM É CULPADA PELA MORTE,NÃO DEU O TRATAMENTO DEVIDO A leandro

    ResponderExcluir
  10. Isso sempre aconteceu e sempre vai acontecer, pq a saude de Tocantinopolis e uma vergonha, entra prefeito e sai prefeito e continua do msmo jeito essa familia que tanto ta sofrendo tem e que procurar justiça para que mais familias naum venha a sofrer por isso... E qntu esses rapazes, todos tem ki serem punidos...Pq hoj temos o BRASIL que temos graças os crimes que ficam inpunis...

    ResponderExcluir
  11. Esse negócio de médico plantonista ir dormir enquanto deveria trabalhar e ainda dar ordens p/ as enfermeiras não acordá-los parece não ter fim. Entra prefeito e sai prefeito, mas ninguém faz os dorminhocos trabalharem direito. Plantonista é para ficar acordado, trabalhando e não dormindo enquantos os doentes sofrem com a falta de atendimento. No caso desse rapaz, se o médico estivesse cumprindo a sua obrigação, muito provavelmente teria compreendido aa gravidade do caso e encaminhado o paciente para Araguaina. Já é hora de responsabilizá-los pelas suas omissões cirinosas. A família deve acionar a justiça, pedir indenização, e exigir as punições cabíveis para os crimes cometidos pelos envolvidos.

    ResponderExcluir
  12. acho que vc si diz tao amigo de o pai de um deles, Marcos Santana,vc foi muito covarde em publicar a foto de seu filho Arthur

    ResponderExcluir
  13. olha todos os culpados deveriam esta sendo punidos principalmente,os fucionarios do hospital(medico e enfermeira)ja que a morte vei devido mal atendimento,pois os jovens se defenderam,sem contar que poderia ter sido um deles,

    ResponderExcluir
  14. a foto da enfermeira,teria que ser bublicada.pois temos que saber quem e essa inconpetente

    ResponderExcluir
  15. Ponham uma coisa na cabeça vazia de vocês, Cokim é bicho criado solto, não tem amigos e sim "conhecidos" aqui os fatos são expostos doa a quem doer!

    ResponderExcluir
  16. O caso é lamentável, todos que aqui postaram comentários têm razão, doa a quem doer, os fatos devem ser investigados e todos os culpados incluindo médico dorminhoco, quero dizer, plantonista tem sua parcela de culpa. E assim como a negligência dos agentes de saúde é reprovável, é também desses políticos carniceiros que, em cima do sofrimento dos outros fingem buscar justiça, mas na verdade estão querendo continuar sua guerrinha particular com o prefeito que é oposição. Duvido muito se eles estariam fazendo o mesmo papel se fosse na gestão do milionário Antenor Queiroz. Agora vão a Delegacia procurar justiça, duvido também se eles iriam atrás se não houvesse o fato ocorrido no hospital e tão somente o crime. "Excelentíssimos Senhores Vereadores tenham compaixão do sofrimento dos familiares e deixem-nos em paz, não os usem para suas manobras políticas. Todo mundo sabe que a saúde do município é falida e vocês nunca fizeram nada para resolver...

    ResponderExcluir
  17. Pelo que notei na reportagem, há fortes indícios de crime de homicídio por omissão por parte de dois agentes de saúde do município. A policia civil tem que investigar bem isso ai no Inquérito Policial para que o Ministério Público possa oferecer a denúncia. Isto não pode ficar barato, pois futuramente pode acontecer de um ente próximo, de qualquer um da cidade, venha a falecer por conta de negligências como estas. Enfim, a verdade tem que ser apurada.

    ResponderExcluir
  18. realmente o caso é lamentável. Não se deve julgar sem antes conhecer o lado oposto. Perder um filho, n é fácil, isso tdos sabemos; mais tb devmos v o lado dos profissionais de sáude q atenderam o paciente em questão. Eles estão trabalhando em prol da saúde, sempre( esse é o dever deles). Como Cokim mesmo citou, a enfermeira realizou a sutura para amenizar a perda d sangue q era tamanha, ela apenas tentou reverter a situação que poderia ter e tev sérias complicações. Qndo lemos a notícia e ouvimos o boatos pela cidade, podemos associar que o erro maior foi do médico plantonista q n comparec ao local para v o estado em q o paciente se encontrava. a questão é: "tds querem livrar o seu lado. Caberá a justiça decidir. Q ela seja feita".

    ResponderExcluir
  19. Esse xxxxxxx desse elson ribeiro deveria se tocar está querendo aparecer prá manobras politicas.Já esses irresponsavéis do péssimo Hospital de tocantinopolis devem serem punidos severamente, nossa saúde esta assim graças as duas familias de xxxxxxxxx que dominam a cidade Gomes x Queiroz ou Queiroz x Gomes.
    Obs: (x)Palavrões censurados

    ResponderExcluir
  20. É muita falta de informação, alguém querer achar que o Vereador ELSON RIBEIRO quer tirar proveito político da morte do filho de seu melhor amigo. Olha seu sem prestígio, fique sabendo que o Pai do rapaz que faleceu é um dos melhores amigo do Veredor ELSON RIBEIRO, se quiser é só dar uma passada na casa do Pilí pra confirmar. Sendo assim, ele não precisa ajudar denuciar niguém pra ter o apoio do Pilí, já são amigos há muito tempo.

    ResponderExcluir
  21. Enquanto isso, GRANDE SECRETARIA DA SAUDE, COM TODA SUA ARROGÂNCIA QUE LHE É PERTINENTE, ANDA DESFILANDO E DESVIANDO DINHEIRO DA SAUDE JUNTAMENTE COM O SENHOR DIREITOR DO HOSPITAL QUE POR COINCIDÊNCIA É SEU MARIDO E O DIREITO ADMINISTRATIVO JEFERSON QUE ULTIMAMENTE ANDA COM SERIAS SUSPEITAS DE ENRIQUECIMENTO DEPOIS QUE O SENHOR PREFEITO LHE CONCEDEU ESTE CARGO.

    ResponderExcluir
  22. é isso ai cokim,parabens pela reportagem,estamos sentindo muito pelo fato ocorrido,a familia de Leandro,e tambem pelas familias,de Arlison e Arthur,pois se Leandro estivesse tido atendimento devido pelo hospital municipal,talvez não teria todo esse final triste,Leandro MORTO,e Arlison e Arthur sendo PULNIDOS.

    ResponderExcluir
  23. no meu modo de pensar os dois meninos não deveriam esta presos,pois ja foi constatado que foi negrigencia do hospital,pois nãõ devem paga pelo erro de má´funcionarios.pos eles estavam apenas se defendendo,como isso poderia ter acontecido com um deles mesmo.acho a a pessoa tem o direito de se defender...

    ResponderExcluir
  24. Meu ilustre vc que está defendendo o Sr vereador do povo e amigo do povo tocantinopoli que é assim que o Sr elson se mostra amigo de todos vc deve ser um dos que ele compra em epoca de eleição.todos sabem de que esse rapais e capaz ele tinha que habitar era em Hollyowod ele é muito artista e ainda fige ser do povo kkkkk é muita Ironia mesmo para o povo de Tocantinopolis ele deve ter sofrido tanto com esse acontecido tadinho dele ai ai.

    ResponderExcluir
  25. "A Justiça do homem sempre falha, mas a Justiça de Deus nunca falhará".

    ResponderExcluir
  26. QUERIDO ANÔNIMO DAS 10:01, CADA QUAL TEM QUE RESPONDER PELO SEU ATO, OS RAPAZES QUE ATIRARAM O TIJOLO NA CABEÇA DO JÁ FALECIDO, A ENFERMEIRA, E QUEM SABE ATÉ A INSTITUIÇÃO "SESP". NÃO É DE HOJE QUE ISSO ACONTECE NO NOSSO FALIDO HOSPITAL, OUTRA COISA: TODO MUNDO SABE QUE ALGUNS MÉDICOS, EU DISSE ALGUNS, NÃO GOSTAM DE SER "PERTURBADOS" NO SEU REPOUSO NOTURNO, PRINCIPALMENTE AQUELA HORA DA MADRUGADA. SE ELAS(ENFERMEIRAS) VÃO CHAMÁ-LOS CORREM O RISCO DE OUVIR POUCAS E BOAS. MEU FILHO QUEM ATIRA UM TIJOLO EM ALGUÉM É PORQUE QUER QUE ELE ACERTE O ALVO, PRA MATAR OU NÃO. GENTE VAMOS LER A NOTÍCIA DIREITO, NÃO É SOBRE O ELSON, NEM SOBRE O COKIM. Ô POVO BURRO!!!

    ResponderExcluir
  27. É TANTO ANÔNIMO AQUI. NEM DÁ PRA SABER A QUEM SE DIRIGIR.

    ResponderExcluir
  28. Vc tem razão Jane, a matéria aqui não é sobre o nobre vereador ELSON RIBEIRO (não sei porque o puxa saco dele aqui coloca o nome do vereador em caixa alta, será que é pra engradecê-lo), mas ficamos indignado quando vemos o sofrimento familiar sendo explorado dessa forma. é muita falta de respeito e consideração com o próximo, será se esse cara que se diz evangélico não tem compaixão. E outra coisa, duvido que alguém consiga falar com esse vereador ai depois do período eleitoral, pois eu só vejo o portão dele escancarado no tempo de eleição, depois ele praticamente some da cidade. Mas vamos deixar isso de lado e discutir sobre o caso em questão, quando aos rapazes estarem presos ou não, a Jane tem razão, se eles não tivessem atirado as pedras o Leandro não teria ido ao Hospital e não havia negligência médica ou qualquer outro infortúito.

    ResponderExcluir
  29. INUSITADO, SAI UMA NOTICIA DE HOMICIDIO QUALIFICADO E GERA UM OUTRO DIALOGO SOBRE "VEREADOR". ¬¬

    1° SAÚDE, EDUCAÇÃO DE TOCANTINÓPOLIS HÁ MAIS DE OITO ANOS EXTINGUIU.
    2°O POVO, REFIRO-ME A MAIORIA, JÁ SE CONFORMOU, DEVIDO A INGENUIDADE EM RELAÇÃO AO CONHECIMENTO E INFORMAÇÕES DO QUE SE PASSA EM SUA PRÓPRIA CIDADE.
    E 3°, COMO MENCIONA UM ILUSTRISSIMO AUTOR E PROFESSOR DE DIREITO PENAL: ACONTECE O FATO DELITUOSO, A LEI NÃO É APLICADA, FAZENDO LETRA MORTA O ORDENAMENTO JURIDICO BRASILEIRO.

    LEVEI MINHA AVÓ(PORTADORA DE DIABETES) AO HOSPITAL ALGUNS DIAS ATRÁS, NO LOCAL O APARELHO PRA MEDIR DIABETES NÃO FUNCIONAVA A VÁRIOS DIAS- ISSO É, ERAM AS PRÓPRIAS ENFERMEIRAS QUE QUE ESTAVAM COMENTANDO...

    E EM JULHO TÁ TODO MUNDO...

    LAIÁ...
    LAIÁ...
    LAIÁ...
    LAIÁ...

    BEIJANDO AS ÁGUAS TOCANTINAS...
    NA ORLA DE UM PALMEIRAL...

    LAIÁ... (BIS)
    LAIÁ...
    LAIÁ...
    LAIÁ...

    ResponderExcluir
  30. Subsidiamos as secretárias de saúde com os impostos altíssimos que pagamos, um dos maiores do mundo e, o que recebemos em troca são o descaso, imperícia, imprudência e má vontade no atendimento médico, quando necessário. Acredito, que pelo nível do atendimento e zelo dispensados pelos funcionários da secretária de saúde de tocantinópolis à população em geral irão infelizmente acontecer mais casos como este. Não basta melhorarmos as condições das instalações físicas se o capital humano - os funcionários - continuarem com a mesma postura... Sinto-me decepcionado ao ver como meus conterrâneos são tratados... Que sejam feitas as devidas investigações e que os responsaveis sejam punidos...

    ResponderExcluir
  31. A Jane deve ser mas uma puxadora de saco msm...claro kii as enfermeiras estão erradas
    e teyn kii cobrar dos vereadores tbm filhota...

    ResponderExcluir
  32. Acredito que devem ser punidos tanto os garotos, digo os jovens porque já tem seus dezoitos anos de idade são também culpados, pois quem praticou o ato primeiro que veio ocasionar a morte de leandro foram eles, mas acredito também que o atendimento no SESP precisa melhorar bastante, pois a falta de respeito, o lado humano, a educação com as pessoas não existe naquele setor.

    ResponderExcluir
  33. CALMA GENTE! JÁ JÁ TODO MUNDO ESQUECE ISSO (MENOS AS FAMÍLIAS DOS ENVOLVIDOS É CLARO), O POVO TEM MEMÓRIA CURTA, PRA FELICIDADE DE NOSSOS POLÍTICOS. VEJAM O CASO DO ADÃO DA UFT, FIZEREM PASSEATA, FICARAM INDIGNADOS, MAS OS ASSASSINOS NEM ESQUENTARAM LUGAR NA CADEIA, A GENTE CRUZA COM ELES NAS RUAS VEZ POR OUTRA. ESSE BLÁ BLÁ SOBRE O CAOS NO HOSPITAL MUNICIPAL É TÃO ANTIGO QUE NEM É MAIS ASSUNTO PRA SE COMENTAR, ENQUANTO O POVO DAQUI CONTINUAR SE VENDER TODA ÉPOCA DE ELEIÇÃO SERÁ ASSIM COM VISTAS A PIORAS. QUEM MAIS PRECISA DESSES SERVIÇOS É QUEM SOFRE. É ISSO AÍ, CADA POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE!!!

    ResponderExcluir
  34. Parabenizo a Jane pelo comentário acertado sobre o continuísmo do descaso, depois das indignações, e, principalmente, por apontar a raíz mestra dos nossos problemas: O domínio predador das oligarquias locais. Domínio esse que só é possível porque os nossos cidadãos vendem o voto de alguma forma, direta ou indiretamente, principalmente os mais humildes. Justamente eles que, no final, são os mais prejudicados.

    ResponderExcluir
  35. Triste o caso acontecido... Muito triste mesmo... Mas há algo nos comentários citados acima que sinceramente não concordo: Neles as pessoas criticam tanto a saúde pública de Tocantinópolis, certo que houve falhas mesmo... Mas e os Culpados??? A verdade é que não foi os médicos e muitos menos os enfermeiros (médicos e enfermeiros) quem MATOU o Leandro á pedradas!!! Alguém entende isso???

    ResponderExcluir
  36. CARO ANÔNIMO DAS 00:10, LEIA A REPORTAGEM E OS COMENTÁRIOS POSTERIORES COM MAIS ATENÇÃO E APROVEITE PARA ESCREVER CORRETAMENTE. É POR CAUSA DE GENTE COM PENSAMENTO COMO O SEU QUE ESSA CIDADE INFELIZMENTE TENDE A PIORAR. EU PELO MENOS IDENTIFICO-ME PARA QUE DIRIJAM-SE A MINHA PESSOA, QUANTO A VOCÊ...

    ResponderExcluir
  37. NÃO DIRIGI-ME A NINGUÉM AQUI DE FORMA PEJORATIVA, AO CONTRÁRIO DE ANÔNIMOS QUE INSISTEM EM OFENDER A OUTROS COMENTARISTAS COM INSINUAÇÕES LEVIANAS, DESVIANDO ASSIM O FOCO DA DISCUSSÃO.AINDA FALTA MUITO DISCERNIMENTO A ALGUMAS PESSOAS POUCO OU MAL INFORMADAS. ESSE É UM ESPAÇO DEMOCRÁTICO ONDE CADA UM TEM O DIREITO À LIVRE EXPRESSÃO. QUANDO SE NASCE E QUANDO SE MORRE A ATENÇÃO DEVE ESTAR VOLTADA PARA VOCÊ, NO CASO AQUI O SAUDOSO LEANDRO. NÃO RESPONDEREI A ATAQUES DE QUEM QUER QUE SEJA, EMITI UMA OPINIÃO E ELA CONTINUA VALENDO. DEIXO MEU PESAR A FAMÍLIA DO RAPAZ MORTO ASSIM COMO AS FAMÍLIAS DOS ACUSADOS, PORQUE SEI NENHUMA MÃE OU PAI CRIA SEU FILHO PARA ESSE FIM, TAMBÉM NÃO VOU JULGÁ-LOS, PORQUE AINDA QUE DEFICIENTE, TEMOS UM SISTEMA JUDICIÁRIO QUE CUIDA DESSE TIPO DE OCORRIDO E NÃO FUI ELEITA A "PALMATÓRIA DO MUNDO". REITERO, A REPORTAGEM NÃO É SOBRE MIM, O DONO DO SITE, OU OS DEMAIS COMENTARISTAS. VAMOS FOCAR GENTE!

    ResponderExcluir
  38. Que seja feito a vontade de Deus, que eles possam receber o devido castigo.E que tomem providencias em relaçao ao hospital colocando proficionais capacitados por que se não muitos irão morrer por falta de atendimento.

    ResponderExcluir
  39. Engraçado é que existem várias janes e Anônimos,a reportagem é claro que ela não é sobre Vereador e nem Sobre o Cokim,agora me diga qual que é a função do vereador,deixa prá lá,mas ai vai uma eles são fiscais do municipio.Se eles tivessem exercido a função de estarem fiscalizando a Saúde,Educação enfim Fiscalizando o Municipio no Geral Talvez Teria-se mais respeito e diginidade com a população Tocantinopolina.Esses Funcionarios que pecaram se é que pecaram isso é só mais um dos casos.E enfermeira ou qualquer funcionário não tem que temer á Médico que quer dormir em horário de expediente se ele te ameaçar junte provas e o denuncie e no CRM-TO,Ministerio Publico afinal todos merecem um tratamento Digino.

    ResponderExcluir
  40. Sábias palavras Jane, só quero fazer uma pequena correção no que você escreveu. O Tocnoticias é do povo tocantinopolino, eu sou apenas o sparring dele, nossa cidade não podia ficar sem voz!

    ResponderExcluir
  41. Todos conhecem a realidade da saúde em nossa cidade!Não foi nem uma ou duas vezes que as pessoas chegam no Hospital municipal querendo atendimento e tem de esperar horas e horas porque o médico está jantando, outras vezes durmindo.... é uma vergonha que todos já até acostumaram!! E não adianta falar que aqui não tem preconceito contra pobres pq tem sim! se fosse o rapaz que atirou o tijolo que tivesse se machucado, o médico imediatamento o mandaria para Araguaína, mas como era um pobre sujo e descalço, deu no que deu.

    ResponderExcluir
  42. Concordo com alguns comentários, mais além da questão da saúde, observem: Menor de 18 anos altas horas em um bar, outros maiores de 18 anos, se envolvem em brigas de rua, porém, a demanda da saúde de Tocantinópolis faz o que pode para antender a todas as necessidades da população, devendo ressaltar que nosso hospital não é de grande porte a ponto de atender todo tipo de patologia ou cirúrgias. Entretanto, havia a questão, um neurologista para atendê-lo, isto é, dependendo do agravo do paciênte. Retomando aos maiores e a briga, policiamento? Onde fica? Sinto muito, violência sem segurança eficaz gera violência, e o grande porte da saúde é prevenir, e creio eu que a segurança pública é o mesmo, prevenir, como foi o caso do Leandro, não foi remediado. Por fim, perdemos mais um jovem devido a violência, que todos os dias estão em foco na televisão brasileira. Uma cidade com um número de habitantes como a nossa isso é uma surpresa para todos nós. Lamentamos a perda deste jovem! E que a justiça seja feita! Sem esquecer da justiça divina, essa não falha.

    ResponderExcluir
  43. Não sou nenhuma puxa saco, mas será que alguém lembra que no governo anterior o "GRANDE HOSPITAL MUNICIPAL", já deixava muito a desejar mas a saúde tinha mais qualidade. Lamento muito ocorrido e os culpados tem que pagar pelo crime que cometeram eles tiraram uma vida. Quero aqui parabenizar o COKIM pelo seu trabalho pela sua coragem, não ligue para os cometários maldosos "deixa o povo falar e deixa o povo falar continue assim como vc". PARABENS COKIM!

    ResponderExcluir
  44. Tinha ódio desse coquim na época do antenor, agora diminui de ódio pra raiva por que que ele se meti em tudo e ninguem faz nada a hora dele vai chegar

    ResponderExcluir
  45. É triste em nossa cidade ainda ter gente com a mente igual esse anonimo acima. Deixa ele é pq a ficha ainda não caiu.

    ResponderExcluir
  46. Cidadão de Tocantinópolis6 de fevereiro de 2011 09:50

    O prefeito Fabion Gomes não faz uma administração ruim, pois é claro os acertos que cometeu na educação e em outras secretarias,todavia comete o seu pior erro que é continuar com a atual administração da saúde publica municipal.Acredito que será essa secretária o fracasso de sua administração.

    ResponderExcluir
  47. Cidadão de Tocantinópolis6 de fevereiro de 2011 10:00

    O poder emana do povo ,então cabe ao povo reivindicar junto ao gestor publico municipal a substituição dessa administração do hospital de Tocantinópolis.Se queremos uma saúde de qualidade devemos ajudar o prefeito Fabion a tomar a decisão certa a respeito dessa secretária.Que aliás respeito ela não tem por ninguém que é pobre.

    ResponderExcluir
  48. Gláucio... Disse!
    Sou Cidadão Tocantinópolino de coração atualmente moro em Goiânia - Go e estou acompanhando daqui este acontecido, porquê não dizer essa tragédia, essa negligência Médica. É lamentável essa violência que ocorre ai e em todo lugar como sempre promovida por Jovens.
    Estou chocado com o que aconteceu com Leandro conhecido carinhosamente pelos mais próximos dele como "Pilizinho", eu tive a oportunidade de velo crescer pois por muito tempo morei próximo a família dele ai no setor Dergo, lamentável o que ocorreu, um jovem menino com uma vida inteira pela frente, interrompida por causa da violência cada vez mais freqüente. Estou muito chateado pois isso pode acontecer com qualquer um de nós, chateado também pelo descaso com o que mesmo foi tratado, por ele não ter sido atendido no Hospital Municipal devidamente como um cidadão ou como um ser humano. Alguém precisa fazer algo nesta saúde dessa cidade só quem realmente precisa pra descrever o quanto é difícil ter seus direitos respeitado, em ter um bom atendimento no Hospital Municipal de Tocantinópolis - TO, isso tem que mudar e o povo tem que esbravejar e exigir que seus direitos seja respeitados. E lamento muito por isso, e espero como um cidadão brasileiro e tocantinopolino, que seja feita justiça. Temos que tomar as dores dessa família e nos colocar no lugar de cada um deles, pois isso poderia ou pode acontecer com alguém de nossos familiares. Rezo a Deus pra que isso mude de uma vez por todas e que nossos familiares não necessite nunca desse sistema de saúde falido.

    Parabéns ao Cokim pela matéria e por esse espaço.

    e... A Família do Leandro deixo meus lamentos... e minhas condolências que Deus possa telo ao seu lado no céu.
    E que isso que aconteceu sirva para que todos nós possamos pensar duas vezes em quer vamos colocar no poder. Nossos governantes não estão nem ai pra saúde e nem pra segurança publica.

    ResponderExcluir
  49. Lúcia - Araguaína7 de fevereiro de 2011 21:49

    Gente, pelo amor de Deus a população tem que fazer alguma coisa pela saude de tocantinopolis-to, não tenho nada contra o prefeito Fabion, mas sinceramente ele não soube escolher a Secretária de saude e nem o diretor do hospital olha só quem "marido e mulher", a beldade só quer saber de andar no salto, desfilar em seu carrão e fazer lipo e mais lipo ela não tá nem ai pra ninguém principalmete se for pobre. Coitado! Falo assim pq conheço a peça. Pense numa mulherzinha arrogante e petulante. Lamento muito o que aconteceu com o Leandro, pobre rapaz jovem na flor da idade passar por tamanha crueldade mas a justiça de Deus não falha e os verdadeiros culpados irão pagar pelo crime cometido. "Parabens COKIM por este espaço, e que DEUS te proteja e te livre de tudo que é ruim".

    ResponderExcluir
  50. Isso e uma falta de vergonha para saude de Tocantinopolis, o HOSPITAL parece mais ser um HOTEL do que um HOSPITAL. Se não quer trabalhar fica em casa agora um paciente chagar e um medico não atender ai e de mais pra saude publica. So querem ser medicos pelo dinheiro...

    ResponderExcluir
  51. Caros Leitores, è lamentável o que acontece com esse rapaz, agora é dificil saber quem são os verdadeiros culpados por essa tragédia, quanto a saúde pública de nossa cidade a culpa é nossa, é de quem escolhemos pra governar nossa cidade, não mudamos aliás só trocamos de lugar nossos governantes a culpa é só nossa, que não cobramos deles, deixamos a deus dará, sabemos sim, que existem muitos profissionais no hospital que são capacitados pra o atendimento, só que o descaso com o ser humano e a falta de amor, é grande isso faz com quem os outros não se importem com a vida do outro, quanto ao que leva o vereador a se envolver nisso para mim não faz diferença, talvéz se ele tivesse fazendo realmente a obrigação dele como vereador, talvéz esse jovem como muitas outras pessoas não passariam por isso né! Aí vai meu alerta aos PAIS: OBSERVEM SEUS FILHOS, COM QUEM ELES CONVIVEM, ONDE FREQUENTAM JOVENS DE 20 ANOS AQUELA HORA EMBREADOS E VIOLENTOS.....ISSO TB É RESPONSABILIDADE DOS PAIS...O SISTEMA NÃO É POBRE, POBRE É QUEM PARTICIPA DELE....

    ResponderExcluir
  52. sou tocantinopolino atualmente moro em goiania estou acompanhando essa tragédia. por esse e outros motivo que não moro em tocantinopolis por essa divisão de classe social.
    muitas das verses eu estava na fila de atendimento do hospital municipal de tocantinopolis enquanto meus senhores e minhas senhoras que nem precisa da saude publica tinha atendimento preferencial.
    espero que seja feito justiça .
    porque os médicos são pago para trabalha e não para dormir...

    ResponderExcluir
  53. essa secretária de saúde é mesmo um pessoa muito petulante, ela tão ignorante que até para atender telefone na secretaria ela trata o povo mal com gosseria,prefeito abra o olho por que essa conçeição esta jogando a população de tocantinópolis contra vc.

    ResponderExcluir
  54. esse anônimo falou todo verdade essa secrtearia de saúde é mesmo uma pessoa mal educada sem escrupulo,falando no secretariado do prefeito essa foi uma pessima escolha para saúde,dos secretáiado do prefeito só se salva duas secretaria ação social e educação, na ação social a secretaria é muito esforçada e dedicada, a secretária de educação a meu vé é o maior destaque da administração, tem uma secretaria que nos recebe bem quando a gente vai lá e eu trabalho na saúde, mais vejo o avanço que a educação esta tendo com a marly na direção.

    ResponderExcluir
  55. caro leitores tem informaçáo mas recente sobre este caso se o medico e a enfermeira já foi ouvidos na delegacia?

    ResponderExcluir
  56. espero que seja feita justiça................

    ResponderExcluir
  57. Deus tem um cuidado especial para com cada um de nós. Ele está sempre nos ajudando, nos aconselhando e nos protegendo, e sempre que precisamos recorremos a Ele. A justiça de Deus Tarda mais não falha...

    ResponderExcluir
  58. Nem uma pessoa tem o direito de utilizar as fotos dos envolvidos na fatalidade.Há não ser si tivesse uma autorização por escrito.E muito menos o indereço de domicilio.O escritor da noticia pode ser processado!!!!

    Que a Justiça prevaleça!!

    ResponderExcluir
  59. Quem fez foi eu, meu endereço é Avenida Nossa Senhora de Fátima, 1595 Centro, em frente a UFT. O FORUM fica na Rua XV de Novembro, próximo a Prefeitura Municipal de Tocantinópolis. Coitadinhos dos meninos que tiveram as fotos divulgadas, podem se moverem para quase todo lugar. Já o Leandro está agora situado a Rua Cidade Alta (Cemitério) de lá não sai mais....

    ResponderExcluir
  60. ELSON E FEIO SE APROVEITA DA SITUAÇAO PARA APARESER

    ResponderExcluir
  61. A CULPA DE QUEM COMTRATA MEDICOS QUE SÓ QUEREM GANHA BEM SEM TRABALHA E OUTROS MEDICOS SEM EXPERIÊNCIA RESEM FORMADOS

    ResponderExcluir
  62. Prefeito Fabion, lhe pergunto se vc não tem outra opção para trocar a secretária de saúde? Sinceramente prefeito essa mulher não nasceu para lidar com ser humano e sim com animais. Vc e sua família, seus parentes e amigos ela trata muitissímo bem. Agora os demais coitados... lhe falo isso porque já fui vitima das ignorancias dela. E lhe digo mais essa beldade vai acabar com sua carreira política, porque assim como eu tem muito gente indgnado com ela.

    ResponderExcluir
  63. João de Tocantinopolis11 de fevereiro de 2011 21:20

    Esse hospital de Tocantinopolis, está uma porcaria, não tem médicos, não tem higiene, e não tem tratamento digno. É lamentavel uma cidade com 152 anos e levando em consideração também o numero de habitantes e não ter uma saude digna. O prefeito tem e deve tomar uma providencia, pelo amor de DEUS Fabion confiei tanto em vc e me decepcionei a coisa tá bagunçada, principalmente a saúde.

    ResponderExcluir
  64. cerar que vai ficar so nessa fofoca um falando do outro cem fazer nada? cader a justiça dessa cidade? ar eu esqueci que não tem

    ResponderExcluir
  65. O povoo dakii ta mt dooidooo!
    só lamentoo peloo pobree meniino;
    essa cidade ta na bagaceiira; akada diia pioraa
    o sesp e nd éh a msm coiisa !
    se a saúde naum melhorar, o povo tá éh lascadoo!
    esperoo q melhoree ;

    ResponderExcluir
  66. Nunca na história dessa cidade, houve tanta repercussão num caso muito complicado de violência, seguido de um atendimento mau feito no Hospital Municipal desta cidade, e que acabou ocasionando a morte deste rapaz tão jovem com uma vida toda pela frente.
    Ai vem muito gente poderosa até, que fica escondidos na moita e não faz nada, gente que tem o poder, concedido pelo povo tocantinopolino que tem condições de dar um pouco mais de atenção a população ficam de braços cruzados e não fazem nada a respeito. O caso do Leandro, é só um dos tantos que acontecem todos os dias, mais que não se tem tanto repercussão como o dele teve.
    O que eu acho é que a população local deve se mobilizar como já estão fazendo isso através deste portal de noticia, e que vão pras ruas e se organizem, cobrem uma providência imediata da prefeitura, da secretaria municipal de saúde, antes que isso venha acontecer novamente, essa qualidade deste serviço que tanto a população necessita tem que melhorar, não pode continuar como estar.
    E que o poder judiciário consiga fazer com que os culpados por ter feito com o que o Leandro force parar no Hospital, por motivos tão fúteis consiga fazer com o que os mesmos peguem com suas liberdades por esse crime.
    Li todos os comentários, e é unânime a indignação com esse caso, e com a saúde desta cidade, e não aparece ninguém pra elogiar esta saúde porque não existe ninguém que tenha precisado de atendimento médico neste hospital local que tenho sido atendido com respeito como deve ser tratado todos nós, independentemente de classe social ou cor de pele. O fato é que a população já está saturada com tanto injustiça.
    Basta! queremos dias melhores, queremos que nossos jovens se respeitem, queremos que nossos governantes exerçam suas funções com louvor, e que façam por merecer os nossos votos de confiança que de 4 em 4 anos damos a eles.
    Fica aqui registrado meus apelos por dias de Luz! Dias melhores.
    E que Deus possa confortar e acolher toda a Família do Leandro, que como muitos já falaram foi quem mais perdeu nessa história.
    Gláucio C.S. Goiânia - GO

    ResponderExcluir
  67. justiça justiça justiça justiça justiça justiça justiça justiça justiça

    ResponderExcluir
  68. DEUS é fiel, quem planta o bem colhe o bem, vamos esperar em DEUS.

    ResponderExcluir
  69. A verdade é que houve omissão no atendimento de Leandro, mas se ele não tivesse sido alvejado por uma pedrada, com certeza não haveria omissão, pois não haveria atendimento por parte da enfermeira omissa, submissa ao seu chefe, o Doutor irresponsável e dormioco. Temos que cobrar é a punição severa contra os autores, pois dois estão soltos e o que, supostamente teria arremeçado a pedra, não vai demorar a sair da cadeia, pois dois deles são filhos de policial militar... QUEREMOS JUSTIÇA...

    ResponderExcluir
  70. esse anõnimo falou pouco e disse tudo; espero que seja feita justiça- por quer esses filhos de policias são tratado como rei e rainha pelas as autoridades dessa cidade de tocantinopolis

    ResponderExcluir
  71. Esse é um caso muito triste. Eu considero a enfermeira culpada, pois não sabe trabalhar nesse "Sesp", que chamam de hospital.

    Que opção a população de baixa renda tem diante do atendimento desse hospital. Quem não tem pra onde correr fica sujeito à morte pelo atendimento precário.

    Sinto muito pelo Pilí e sua família.

    Eu fui parir meu bebê nesse local, por não ter plano de saúde e nem condições de sair da minha casa pra ir à outra cidade. É claro que senti medo!
    No momento do trabalho de parto, a enfermeira me aplicou uma injeção de DOLANTINA. Eu e muitas mães passam por isso. O medicamento é proibido pelos médicos, mas os técnicos aplicam às escondidas para aliviar as dores da contrações do parto normal e "relaxar os músculos" da paciente.

    "DOLANTINA, esta somente deve ser utilizada durante a gravidez sob rigorosa supervisão médica, uma vez que ultrapassa a barreira placentária atingindo o feto podendo levar à depressão respiratória do recém- nascido.
    DOLANTINA passa para o leite materno, portanto, seu uso em nutrizes deve ser evitado".(vide Bula do medicamento)

    Isso é só um detalhe, né pessoal?!!!
    Já sabemos de casos trágicos ocorridos na rede municipal de Tocantinópolis.

    ResponderExcluir
  72. Eu fico boquiaberta, uns dizem ter ódio, raiva do Cokim, pelo amorde Deus, censura não existe mais! Já foi, e ele está mais do que certo em divulgar o que está acontecendo na cidade. Pessoas com pensamentos hipocritas, usam termos tão riduculos, qual o problema em divulgar? Alguém deve alguma coisa e teme? Se não, cuidem-se. Isso me dá ódio, a censura que as pessoas querem fazer contra a notícia. Aprendam, respeito acima de tudo, e diante de tais notícias todas são verdadeiras, não há evidências de que haja mentira! Se houver, que seja provado. Parabéns Cokim.

    ResponderExcluir
  73. JOANA DE TOCANTINÓPOLIS21 de fevereiro de 2011 22:20

    MUITO BEM CONCORDO PLENAMENTE COM VC. AS NOTICAS TEM QUE SER DIVULGADAS. PARABÉNS COKIM. CONTINUE FAZENDO SEU TRABALHO, QUE SE DANE O PREFEITO, SEUS PUXAS SACOS E OS DEMAIS ALIADOS. O PREFEITO FABION DEVERIA DAR UMA OLHADA NESSES COMENTÁRIOS QUEM SABE SERIA ATÉ UMA JANELINHA PARA ELE MELHORAR SUA ADMINISTRAÇÃO.

    ResponderExcluir
  74. Concordo plenamente com a declaração da JOANA DE TOCANTINÓPOLIS,e deixa aqui registrado meu questionamento, o que o prefeito de TOCANTINÓPOLIS, está esperando pra ler esses comentários e ver que a população de TOCANTINÓPOLIS exige que se faça justiça que seja feita uma sindicância dentro do Hospital municipal que se seja feita a qualificação de seus profissionais que eles venham ter compromisso com seu trabalho afinal de contas nó pagamos seus salários então exigimos tratamento de cidadão de bem, e não como aconteceu esse descaso com nosso nobre amigo Leandro.

    Sr.s Administradores do minicipio de Tocantinópolis-TO, chega de negligências.

    ResponderExcluir
  75. Essa enfermeira deve ser punida, não tem condições de ainda estar trabalhando neste hospital, coitados de nós que precisamos de pessoas como esta. É ridículo ela estar exercendo sua profissão de forma como se nada tivesse acontecido. Deveria ser feita uma denúncia nacional, pois ela pode muito bem prejudicar a saúde de outras pessoas.Ela deve ser demitida.

    ResponderExcluir
  76. Lúcia de Tocantinopolis23 de fevereiro de 2011 22:28

    Mando aqui meu recado ao prefeito Fabion: Prefeito pelo amor de Deus, tenha piedade de nossa cidade, já que em suas campanhas vc dizia tanto que ama tocantinopolis é tanto que simbolizou tocantinopolis com um coração estampado em suas propaganda politicas, aquilo que vc falava era de coração mesmo ou era simplesmente para induzir o eleitor? Tudo bem coisas de politicos. Outra coisa que vc falava:"CIDADE DE TODOS", como a cidade é de todos taí a violencia, criminalidade, roubos, drogas, traficante vendendo drogas a luz do dia e a saúde nem se fala e vc como autoridade infelismente não está fazendo nada. Só lamento Fabion.

    ResponderExcluir

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e previamente moderados.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:
1°- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da postagem;
2°- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
3°- Não Inclua links desnecesssários no conteúdo do comentário;
4°- Acusações sem provas e incitações ao crime não serão aceitos;
5°- Palavrões, discriminação racial ou de qualquer tipo não serão publicados.

Eletro_Posto_Marisilva